Conheça o trabalho do Dr. Daniel Gaziri

Um breve currículo do cirurgião bucomaxilofacial, que atende em consultório próprio em Londrina

Casos tratados

Veja como os pacientes recuperaram a auto estima após o tratamento das deformidades na face

Tratamento especializado

O Dr. Daniel Gaziri é um dos poucos profissionais habilitados para tratar de casos complexos no Paraná

Como saber quais são os casos indicados?

Saiba como identificar os sintomas dos problemas que podem ser tratados pelo Dr. Daniel

O caso de Érica Pedrão Brito

Ela teve uma deformidade no crânio após ser atacada por índios, num caso que teve muita repercussão em Londrina

sábado, 14 de junho de 2008

Parafuso microcompressivo

Daniel Gaziri faz parte da equipe que desenvolveu o parafuso microcompressivo, um componente criado a partir da necessidade de comprimir fragmentos de ossos fraturados bem como para fixar enxertos ósseos na área bucomaxilofacial.
O invento criado durante o Mestrado em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo Facial, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2008) e patenteado em 2008. Também estão na equipe que desenvolveu o projeto Cláiton Heitz, Marilia Gerhardt de Oliveira, Renata Sesti Diefenbach e Alexey Gaspar Martins Pereira.

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Fixação rígida com parafuso tipo Neck Screw em fraturas tetrapóides de zigoma

Dissertação apresentada ao Programa de Pós-graduação da Faculdade de Odontologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, como parte dos requisitos obrigatórios para obtenção do grau de Mestre em Odontologia, na área de concentração em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial - 2007

Texto completo da dissertação de mestrado: http://tede.pucrs.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=1433

Resumo:


A correta redução das fraturas tetrapóides do zigoma e sua eficiente fixação interna são primordiais para se obter um bom resultado final.
Buscando aprimorar as vantagens e minimizar as desvantagens das técnicas de fixação interna rígida, desenvolvemos o parafuso neck screw, conciliando a técnica do lag screw à das placas minicompressivas.
Seu sistema de compressão dinâmica visa aumentas a fricção entre os segmentos ósseos fraturados, no sentido axial, promovendo a estabilidade necessária, para o correto reparo ósseo.
O presente trabalho teve como objetivos avaliar: a fixação e a estabilização das fraturas-disjunção do complexo zigomático proporcionadas pelo parafuso neck screw, aplicado na região da sutura frontozigomática; o conforto e/ou desconforto pós-operatórios relatados pelo paciente; o tempo cirúrgico médio empregado.
Para avaliar a eficiência do parafuso neck screw, quatro pacientes com fratura tetrapóide de zigoma tiveram realizadas tomografias computadorizadas para evidenciação das fraturas e planejamento cirúrgico; em seguida foram submetidos a procedimento cirúrgico, com osteossíntese através do neck screw aplicado na região da sutura frontozigomática, com o tempo cirúrgico devidamente anotado; após trinta dias foram forma submetidos a novo exame tomográfico.
Os pacientes foram avaliados através de exame físico, aplicação de questionário e mensuração das imagens tomográficas, e os dados coletados, a respeito, foram submetidos a testes estatísticos.
A importância desta pesquisa esta na proposição de uma rotina de técnica para fixação das fraturas-disjunção do complexo zigomático.
O método proposto garante estabilidade da fixação comprovada pelo acompanhamento tomográfico, com análise estatística das mensurações altamente significante e também pelo acompanhamento clínico dos pacientes, que não apresentaram assimetria facial, enoftalmo, ou diplopia; o tempo operatório é significativamente reduzido e há diminuição do desconforto referido pelos pacientes quando da palpação na região frontozigomática, pois o parafuso neck screw teve alojamento intra-ósseo.
Esta técnica tem menor custo, por utilizar apenas um parafuso, enquanto o método tradicional emprega, no mínimo, uma microplaca e quatro parafusos.
===================================
Abstract:

Correct reduction of the tetrapod zygoma fractures and their efficient internal fixation are essential to achieve a good outcome. In this work we developed a type of “neck screw” which improves some advantages of the techniques of rigid internal fixation and minimizes some of their disadvantages. The “neck screw” increases friction between the fractured bone segments, in axial direction, thereby promoting the required stability and adequate bone repair. We evaluated the setting and stabilization of disjunction-fractures of the zygomatic complex corrected by the “neck screw” applied in the region of frontozygomatic butters, the post-surgery comfort or discomfort reported by patients, and the average surgery time spent. To evaluated the efficiency of the “neck screw”, four patients with tetrapod fracture of zygoma were submitted to computed tomography scans for displaying their fractures and guiding surgical planning, were them subjected to surgical osteosynthesis with the “neck screw” applied in the region of the frontozygomatic suture, the surgery time was recorded, and after thirty days new computed tomography images were taken. The patients were evaluated by physical examinations, application of the discomfort questionnaire about the presence of the “neck screw”, and their computed tomography images were processed by the protocol of measurement. Data collected on the questionnaires, the surgical time and diversion of bone segments were subjected to statistical tests. The surgical correction of the tetrapod zygomatic fractures here proposed has the following advantages: it has a lower cost, since it uses only one titanium screw, whereas current methods employ at least one microplate and four screws; the surgery time is shorter than the time spent by the current techniques; it ensures stability of fixation, as evidenced by computed tomography scans and by clinical monitoring of patients, since none of them presented facial asymmetry,
enophthalmus, or diplopia; discomfort reported by patients is reduced because the head screw is lodged into the bone.